Tecnologia

Lâmpadas Halogéneo

Retirada do mercado das lâmpadas de halogéneo

O processo de retirada gradual do mercado de dispositivos elétricos ineficientes e de elevado consumo de energia tem vindo a decorrer na Europa há alguns anos.
A iluminação é parte integrante do processo e muitos tipos de lâmpadas de halogéneo estão gradualmente a ser retirados do mercado europeu. Contudo, nem todos os tipos de lâmpada de halogéneo vão ser banidos do mercado europeu ao mesmo tempo.

As alterações à legislação de iluminação da UE estão a ser implementadas gradualmente, de modo a que se encontrem disponíveis opções suficientes de produtos energeticamente eficientes alternativos.

A regulamentação afeta inicial e principalmente os produtores e comerciantes de lâmpadas, visto que a nova proibição de lâmpadas incandescentes se aplica exclusivamente à “colocação em circulação” inicial no mercado comum. Isto significa que as pessoas com as lâmpadas visadas em casa não precisam de as substituir imediatamente. No entanto, os níveis de disponibilidade para lâmpadas de halogéneo de tungsténio refletoras de alta tensão, assim como outros tipos de lâmpadas visadas, irá continuamente tornar-se inferior a partir de 1 de setembro de 2018. A regulamentação irá, então, tornar-se verdadeiramente aparente para os consumidores, o mais tardar, quando todos os stocks tiverem sido vendidos.

As lâmpadas mais populares visadas na diretiva são as lâmpadas de tungsténio refletoras de alta tensão. Estas podem ser reconhecidas pelas seguintes características:

  • As lâmpadas refletoras emitem luz focada na direção frontal, ao contrário de, por ex., lâmpadas em forma de pera de distribuição omnidirecional.
  • A maioria das lâmpadas visadas possuem bases GU10, E27 ou E14.
  • As lâmpadas ou invólucros das lâmpadas são feitos de vidro.
  • As lâmpadas de halogéneo de tungsténio refletoras de alta tensão são utilizadas principalmente em sistemas de identificação, projetores e luminárias embutidas.
  • A luminária visada é operado sem um transformador.

Em resumo, isto significa que deixa de ser possível produzir ou importar as mesmas para revenda na UE. Os stocks comerciais de lâmpadas e velas de halogéneo que restarem poderão ainda ser vendidos após esta data.

Retornar à Lista